Você selecionou:
imóveis
Comparar
Limpar Seleção
Você selecionou:
imóveis
Comparar
Limpar Seleção
Você selecionou:
imóveis
Limpar Seleção
Você selecionou:
imóveis
Limpar Seleção
Busque pelo Código
Busca Básica
ENCONTRE SEU IMÓVEL
Buscar
Código de referência
Buscar
NOTÍCIAS

O CIGARRO NO MUNDO (E NA MINHA VIDA)

Autor: Porto Seguro/segunda-feira, 4 de novembro de 2013/Categorias: Saúde - Bem Estar

Rate this article:
Não avaliado

A China é um país gigantesco que possui uma população de quase 1,5 bilhão de pessoas. Com essa informação, parece até pouco dizer que, desse tanto de chineses, 350 milhões são fumantes.

Só que esse número corresponde a 35% dos fumantes do mundo, de acordo com números da OMS, a Organização Mundial de Saúde. É o que afirma matéria publicada no site do Estadão.

Chineses queimando tudo até o último fumo.

De acordo com a notícia, a OMS está preocupada com o consumo de tabaco na China e exige de seus governantes maiores e melhores medidas de controle sobre o fumo. A ideia, claro, é reduzir o vício em cigarro nessa época de gigantesco crescimento do país. Atualmente, os chineses consomem 2,3 trilhões de cigarros por ano. Se parassem, já será um belo baque para a indústria do tabaco.

O continente asiático é o maior consumidor mundial de cigarros. De acordo com a Fundação Mundial do Pulmão, praticamente a metade dos homens adultos são fumantes regulares em países como Filipinas, Coreia do Sul e Indonésia. Já Cingapura, pequeno país logo abaixo da China, foi considerado um exemplo a ser seguido, com fortes leis antitabaco e a meta de banir o cigarro de seu território.

Em Tóquio não se pode fumar a céu aberto livremente. Há, na capital japonesa, lugares específicos para o consumo do tabaco nas ruas e só se pode fumar nesses locais, com a estrita proibição de sair andando com um cigarro aceso. Para isso, os japoneses recorrem até a trailers que alugam seu espaço interno para os fumantes inveterados. Coisa de japonês.

Japonês fuma cigarro de maquineta. Pra comprar, tem que ter cartão especial provando que é maior de 20 anos .


Parar de fumar não é fácil. Eu fumei por quase 15 anos e já contei toda a minha história de luta contra o vício.

Chega um momento em que o fumante para de fumar. “Acabou. Cigarro, nunca mais!”. Mas aí a gente volta a fumar. Dias depois, semanas depois. Eu mesmo parei de fumar por um ano e alguns meses e, depois de alguma sem-vergonhice qualquer, acendi um danado e comprei outro maço.

Nesse sentido, o negócio é não achar que não tem mais jeito. Muitos fumantes, quando têm recaídas, voltam a fumar porque acham que não tem mais salvação, que agora que voltou não vai largar de novo. Balela. Fácil não vai ser não, mas dá pra parar de fumar de novo sim. Esse pragmatismo que acaba com as esperanças de um fumante.

Uma das coisas que me ajudaram a pensar em parar de fumar foi a lei que proíbe, em São Paulo, de fumar dentro de estabelecimentos comerciais. A ideia de ter que sair de um bar, balada ou restaurante pra fumar me dava muita preguiça e, com isso, comecei a diminuir o cigarro (já que não dá pra cortar a sua vida social pra ficar tragando em casa). Leis como essa provam que sim, o governo (de qualquer nação) tem como ajudar os cidadões em um problema pessoal: o tabagismo. É o público atuando na esfera privada de maneira saudável.

Fonte:PortalHomem

Print

Número de visualizações (3977)/Comentários (0)

Tags:

Please login or register to post comments.

LOCALIZAÇÃO
Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, 3950
Mossunguê
Paraná
Curitiba
+55 41 3285-8014
ATENDIMENTO
Segunda a Sexta-Feira das 9:00 às 18:00
Sábado das 9:00 às 13:00 +55 41 3285-8014